Grupo composto por alunos e funcionários da escola ganhou destaque durante o Qatar Debate, evento que reuniu participantes de mais de 50 países
Qatar Debate

Pela primeira vez a Escola Islâmica Brasileira foi convidada a participar do Qatar Debate, evento promovido pela Qatar Foudantion – Fundação Qatar para a Educação, Ciência e Desenvolvimento Comunitário. Com êxito, os representantes da escola se destacaram entre os participantes vindos de 54 países árabes e não árabes reunidos em Doha, no Catar entre os dias 10 e 13 de abril e se classificaram no seleto grupo dos 10 melhores.

Patrocinada pela SBM (Sociedade Beneficente Muçulmana), a viagem contou com a participação de uma equipe composta por alunos e colaboradores da Escola Islâmica Brasileira. Priscila El Bast, representante da escola, Sheik Mohamed Umama, diretor religioso e Samia Houssami, diretora pedagógica explicaram que foi uma honra a oportunidade de integrar um evento deste porte. Para eles a ocasião possibilitou que os alunos colocassem em prática, além dos conhecimentos gerais ensinados em nossa grade curricular, o idioma árabe.

Criada em 2008, o Qatar Debate objetiva formar cidadãos globais e líderes intelectuais, além de promover diversos programas de aprendizado. Através de um amplo debate em inglês e árabe o encontro promove a cultura e o diálogo para o desenvolvimento acadêmico e pessoal dos participantes.

Composto por quatro etapas: Falar em público, Pesquisa, Argumentação e Análise, esta edição do Qatar Debate estimulou os alunos a interagir e apresentar suas explanações na língua árabe. “Este é um grande desafio para nossos alunos, que mostraram grande proficiência se destacando entre participantes de diversas partes do mundo, inclusive aqueles de origem árabe”, enfatiza Priscila.

Reunindo pela primeira vez integrantes da América do Sul e Central: Brasil, Argentina, Colômbia e Panamá, respectivamente, a terceira edição da conferência investiu no debate para estimular os jovens a pensar em avanços e um futuro melhor para a sociedade.

Língua árabe, destaque na grade curricular da Escola Islâmica Brasileira

Em atividade a 49 anos no bairro de Vila Carrão, Zona Leste da cidade de São Paulo, a Escola Islâmica Brasileira é um dos expoentes no Brasil no ensino da língua árabe. Mantida graças à iniciativa da SBM, a instituição tem como meta principal conciliar a formação religiosa e a informação científica visando aperfeiçoar o potencial de cada aluno, bem como sua criatividade e raciocínio lógico. Engajada, a instituição também incentiva o interesse pelas ciências e pelas artes, despertando futuras vocações.

Crianças da Educação Infantil, do Ensino Fundamental I, Ensino Fundamental II e Ensino Médio recebem aulas regulares e princípios islâmicos, além de ensino religioso e aulas de árabe na instituição. Fundamental para a difusão do Islam no Brasil, a Escola Islâmica Brasileira atende atualmente mais de 500 alunos. Deles, quase 200 são bolsistas mantidos graças a doação realizada pela SBM.

SBM (Sociedade Beneficente Muçulmana) patrocina participação da Escola Islâmica Brasileira em evento no Catar